Contador de Visitas

sábado, 30 de agosto de 2008

Às sexta-feira, ocorrem os projetos: "Hip Hop: a voz que vem da periferia" e o gospel "Vem com a gente no balanço". Aí um pequeno ensaio do grupo de rap "Fé em Deus". Apreciem a meninada.

video

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Estamos de volta!






O retorno é muito bom. Olhinhos brilhantes, a espera na esquina, o abraço apertado, o sorriso nos lábios. Na expressão de cada gesto, a sensação da saudade, eu também estava. Gosto muito desta turminha, dois anos juntos, "vixi".... é muita cumplicidade. Dá um aperto no peito em pensar que o ano está findando, sinto esta sensação em todos os fins-de-ano. E, sei que este ano vai doer mais. Lá sei eu, talvez seja um pouco de exagero, mas sou assim, srrsrs, não tem jeito. Aproveito pra postar um poema de Sérgio Vaz, passei-o à turma hoje. Ele é lindo! O poema resume este meu sentimento, de uma maneira bem peculiar a mim "fotografia".


Fotografias

Há ventos
que nos trazem pessoas
no reflexo do tempo
e mesmo à distância
perpetuam no pensamento.
São fotografias
que a saudade
terá sempre os negativos
revelados na memória.


Há pessoas
que nos trazem ventos
no reverso do tempo
preso às substâncias
revelando sentimentos.
São maravilhas
que a sinceridade
terá sempre os positivos
relatados na história.
Sérgio Vaz

domingo, 24 de agosto de 2008

Viagem de Estudo

André fazendo-nos companhia no almoço
Guia Loiva, juntamente com Eliane Lenira, num dos momentos em nossa escola
Uma das falas das colegas que participaram do grupo, diz bem o que foi o momento "Não volto a mesma". Todos e todas nós, diante de nossas expectativas e interesses pessoais, trazemos uma uma nova bagagem consoco. E, estas experiências tem sido possível por termos profissionais que acreditam que é necessário subsidir-nos de novas vivências, para melhorar o nosso dia-a-dia. E, em especial a coordenadora de Língua Portuguesa Lenira Brisch, que não esteve presente por estar recuperando-se de uma fratura e ao coordenador de História André Griegler. Agregar um número expressivo de profissionais, não é tarefa fácil, rsrsrs, grande desafio. Obrigada a estes colegas, que nos seus espaços de atuação buscam qualificar a educação. Também tivemos nesta viagem a presença amável da guia Loiva Steigleder. Beijos no coração, Maria Ester do Nascimento.

Museu Afro Brasil



Eu, Taís, Vera e Eliane(ótimas companhias de viagem)
No dia 23 de agosto, à tarde estivemos no Museu Afro Brasil. Ao adentrar neste espaço sou tomada de uma comoção interior, que seguro-me para não chorar. Para alguns e algumas é uma mera volta no tempo, para mim são minhas raízes, vislumbradas na história dos meus antepassados que choram dentro de mim. Neste museu não é permitido fotografar e, nem filmar. Além do que é entendido por seus organizados, subjetivamente estamos instigados a resgatar, o que é peculiar a cultura africana "a memória". Guardei muitas imagens do que foi-nos mostrado. Mas, algumas ficaram-me mais marcantes, também pela fala do Gilson, que marcou ao dizer "os inúmeros artefatos de castigos utilizados no período escravocrata, e que aqui estão expostos é a confirmação de que o povo negro escravizado lutou, resistiu".

Museu da América Latina




Instrumento musical africano
O espaço é lindo!

Bienal do Livro




Visitamos a Bienal do Livro em 22 de agosto à tarde. Espaço lindíssimo, fiquei embebecida pela variedade de livros disponíveis. Lamentei não termos ficado mais tempo. Ao chegar ao hotel, rsrsr, caiu a ficha, deveria ter permanecido e retornado de táxi, rsrsr, fica pra próxima. Comprei alguns livros, manusiei vários, rrsrrs, os olhos brilhavam.

Pinacoteca

Vista da Pinacoteca
Apreciando uma obra de arte
Obra de grafite

Estive na Pinacoteca, em 22 de agosto pela manhã. Curioso, solicitei alguma arte relacionada ao grafite. Fui informada pela recepção e, num dos outros espaços o local onde a mesma estava. Qual não foi minha surpresa ao chegar ao local indicado e, as pessoas não terem conhecimento da obra. Após minha "insistência", mediante a informação anterior recebida, fui levada a um espaço isolado em que as obras encontravam-se. Tal desinformação deu-se, no que diz respeito a presença de Ferréz, Sérgio Vaz e Paulo Lins, na Bienal do Livro(pasmem, ninguém do setor de informação e, nem mesmo na Global/editora do Sérgio Vaz, souberam informar-nos). Ficam-nos algumas indagações .....o por quê? Com certeza não precisarei responder. Resistência..................

Museu de Língua Portuguesa

Museu de Língua Portuguesa



Não existe maior riqueza que o conhecimento. (Maria Ester)

Viagem de Estudo à São Paulo / Múltiplas Vivências na Sala de Aula

Vista da frente do Hotel Planalto, em São Paulo
Na sala de aula, também é refletida as múltiplas vivências dos educadores e educadoras. Neste lugar compartilhamos nossas experiências de vida. As viagens de estudo proporcionadas pela Secretaria de Educação de nosso município, tem sido uma oportunidade de socializar o que "garimpamos" nas nossas idas e vindas. Do dia 21 a 23 de agosto estivemos em São Paulo, maravilha. Aguardo o olhar vibrante de meus alunos e alunas no meu retorno. Uma solicitação apenas me fizeram(Jandir) de que fosse na periferia do autor Ferréz, trouxesse "muitas fotos" e disse-me Jardel "filma os passos dos gúris do rap, pra depois nos copiar", rsrsr, coisas da gurizada. Infelizmente, ficarei devendo esta, pois apesar de estarmos na Bienal no dia em que Ferréz, Sérgio Vaz e Paulo Lins, estavam lá, não conseguimos localizá-los. Gente,.... a Eliane Anselmo, Ana e Carla são minhas testemunhas. Rsrrsrs, foi uma longa peregrinação, sem contudo termos êxito. Desapontada, restou-me retornar a Global e comprar um livro de Sérgio Vaz, diga-se de passagem belíssimo. Deixei um recadinho no blog do mesmo, contando-lhe da nossa busca nos espaços da Bienal(rsrsr, contando ninguém acredita, por fim atacava quem encontrava pela frente) que amavelmente respondeu-me. Sérgio Vaz estará na feira do Livro de Porto Alegre, se Deus quiser estarei lá para prestigiá-lo. Em nossa estada em SP, estivemos em vários espaços culturais, faltou o contato com a periferia, havia tentado com a CUFA, mas também não foi possível concretizar o intento, virá uma próxima vez e articularei melhor. Rsrrsrsrrs, desaponto ou alegria? Confesso que ainda não sei, mas várias pessoas que conversei não me identificaram como gaúcha, rsrsrs, disseram que não tenho sotaque. Será que é a diversidade de que tanto falo, agregada na minha fala, minhas atitudes, minha visão de mundo?

Estou postando algumas fotos dos espaços por onde estivemos. Beijos de saudade a todos e todas, que acompanham o nosso espaço virtual. Maria Ester M. do Nascimento(professora)

sábado, 16 de agosto de 2008

Rua Paulino José Rodrigues






No dia 16 de agosto, realizamos um ato simbólico para a inauguração da Rua Paulino José Rodrigues. A mesma foi sugerida pelo 4ºano A, à Câmara de Vereadores, em decorrência do projeto que desenvolvemos "A Hora do Griô", em que a tia Paula, 80 anos, participa. Paulino José Rodrigues foi o primeiro morador da Vila Iguaçu. Conforme tia Paula, seu pai abriu caminhos com sua carroça. Prestigiaram o evento tia Paula, filha de Paulino, Angela Ramão, neta e Ana Paula Ramão e Jonatan Ramão, bisnetos e Rodrigo, tataraneto. Tia Paula estava emocionada com a homenagem feita a seu pai. Os grupo "Fé em Deus" e "Vem com a gente no balanço", realizaram apresentação e Ana Paula Ramão, bisneta de Paulino fez leitura de um texto, de agradecimento pelo momento. A programação foi dirigida, pela coordenadora da escola Alexandra Scherer. E, também contou com a participação da orientadora Mariléia Renck.

Olimpíada de Língua Portuguesa

Após a realização de algumas oficinas, construímos as poesias com o tema "O Lugar onde vivo" E, no dia 15 de agosto foi realizada a escolha da mesma, entre os três 4ºs anos. A poesia escolhida foi do aluno Nemias Machado.

Avaliação da Palestra


quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Noite na 26ª Feira do livro de NH





À noite, houve na Feira do Livro uma mesa de discussão com o Ferréz, acompanhado do Miguel, Richard e Rodrigo.

Imagens da 26ª Feira do Livro de Novo Hamburgo






Hip Hop: a voz que vem da periferia
É nós em cena! Iguaçu, Santo Afonso, Kephas, São José. Todo mundo junto incluído, rsrsrrs. Lindo!

Imagens da 26ª Feira do Livro de NH






26ª Feira do Livro de Novo Hamburgo
Momento de integração, musicalidade, diversidade, amizade. Momento único, foi belo.

26ª Feira do Livro de Novo Hamburgo

A 26ª Feira do Livro de Novo Hamburgo recebeu hoje o escritor Ferréz. Há semanas estávamos trabalhando suas obras, foram momentos de pesquisa, discussão dos seus textos e preparação das perguntas a serem feitas. A expectativa era grande, afinal estudar os seus textos é ver contemplado o espaço onde atuamos. Também por meio deste trabalho tivemos o privilégio de trocar algumas idéias com outras escolas, por meio do blog. Estar no espaço do Centro de Cultura enche os olhos desta criançada. E, ao avistá-lo, logo foram solicitando para apresentarem-se, o que já haviam feito na escola. Como não houve abertura para inscrição, convenci-os que o momento era de escuta. Mas, ao ver os colegas da Adolfina preparando-se para a apresentação nova esperança surge, queremos apresentar. Insistiram para apresentarem-se, diante das minhas argumentações Fabrício e Ritiel prontificaram-se em solicitar a coordenadora do evento, Marilza. Ao voltarem estavam radiante, pois a mesma havia prometido que no final apresentariam. Confiante Fabrício virou-se para mim e disse: "Está vendo professora, não custa nada tentar". (Fiquei radiante com a autonomia, iniciativa, determinação e persistência. Tais episódios motivam-nos a realizar o trabalho que nos propomos).
No final houve uma integração com alunos de outras escolas, foi maravilhoso. Amanhã estaremos fazendo uma discussão sobre a fala do Ferréz .(Maria Ester Martins do Nascimento, professora)

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Poetas da escola






Nesta escola também tem professora que se mete a poeta. Rsrsr, lancei-me ao desafio, com o intuito de motivar os alunos na construção dos seus textos. Este foi o meu tema de casa, fazer uma poesia com o tema "O Lugar onde vivo". E, os alunos e alunas tinham como tema, olhar o lugar com o olhar do poeta. Esta atividade faz parte do concurso das Olímpiadas de Língua Portuguesa. Cumpri a tarefa de casa, vou compartilhar com vocês minha inspiração.
Vila Iguaçu
Contemplo tua paisagem no cenário da cidade.
Para alguns mais uma periferia,
para mim lugar de resistência e correria.
Lugar de muitas histórias,
Histórias do passado, histórias do presente.
Contadas por griôs, que tudo armazenam em sua mente.
Tia Paula, vó Marcofa, memória viva no meio da gente.
Resgate de nossa história, protagonismo de nossa gente.
José Paulino Rodrigues, nome de rua
reconhecimento pra sempre,
para o primeiro morador que aqui se fez presente.
Vila Iguaçu, quantas histórias
histórias feitas por gente, histórias no tempo presente.
É um marista, que se preocupa com a gente,
irmão Cláudio que fez história distante,
De Moçambique, vem pra junto da gente.
Contribui com nossa caminhada,
Valorizando através de projetos, nossa cultura, nossa gente.
Vila Iguaçu, tem gente que pensa, gente que faz, gente que grita, gente que argumenta
Há um canto que encanta,
O gospel e o rap fazem parte da gente.
Sons diferentes, mostrando a diversidade presente
Também tem uma escola, com uma meninada
que estuda Hip Hop e muito dá Ibope
e também prêmios.
Jornal NH, Jornal Popular
A criançada da Arnaldo, também está lá.
O grupo “Fé em Deus” e “Vem com a gente no balanço”.
Faz da sua fala, sua dança,
um movimento pra mudança.
Vila Iguaçu, o que dizer mais de ti
Das tuas ruas, teus becos sem saída, do arroio Pampa,
que grita por socorro, pelo descuido de sua gente
Ah! mas tem monitores ecológicos que conscientizam
separando lixo, cuidando do meio ambiente.
Iguaçu, defini-la tentei, ah como tentei
mas direi mais:
Somos guerreiros urbanos
num processo desumano, que discrimina, exclui a nossa gente.
Ao ouvir minha fala, devem perguntar-se: oh! Quanta menção sobre a gente
Assim falo pra reforçar: aqui mora gente,
Exigimos respeito, atenção e cuidado com a nossa gente.
(Autoria de Maria Ester Martins do Nascimento, iniciado em 09/08 e finalizado em torno das 02:11 de 11/08/08)